Nunes e Tarcísio exoneram secretários que podem concorrer nas eleições municipais

Saídas ocorrem no último dia do prazo legal para a filiação partidária de quem pretende ser candidato no pleito deste ano

  • Por da Redação
  • 05/04/2024 13h05 - Atualizado em 05/04/2024 13h09
Reprodução/Jovem Pan News ricardo-nunes-tarcisio-de-freitas-sao-paulo-reproducao-jovem-pan-news O prefeito Ricardo Nunes (MDB) e o governador do Estado Tarcísio de Freitas (Republicanos)

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o governador do Estado, Tarcísio de Freitas (Republicanos), exoneraram nesta sexta-feira (5) ocupantes de cargos de chefia, como secretários e diretores, que pretendem concorrer a algum cargo nas eleições municipais de 2024. As saídas ocorrem no último dia do prazo legal para a filiação partidária de quem pretende ser candidato no pleito deste ano. No primeiro escalão da prefeitura de São Paulo, cinco mudanças publicadas na edição do Diário Oficial desta sexta têm relação com a eleição. Os secretários Carlos Bezerra Júnior, de Assistência Social, Aline Torres, de Cultura, e Elza Paulina, de Segurança Urbana, foram exonerados para tentar concorrer a uma cadeira na Câmara Municipal paulistana. Carlos Fernandes, secretário-executivo de Segurança Alimentar, Nutricional e Abastecimento, um dos braços da pasta de Direitos Humanos, também deixou o cargo. Quanto aos diretores de autarquias públicas, foi publicada a exoneração de Cezar Azevedo, presidente da SP Urbanismo, que quer concorrer a vereador na capital. Também se espera que Alexandre Pereira, diretor-geral da Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, deixe o posto para concorrer a prefeito de Jundiaí, no interior paulista. A saída de Pereira, entretanto, ainda não foi oficializada.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Além dos secretários que deixam os postos para disputar a eleição municipal, há outras exonerações, como de Aline Cardoso, da pasta de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que participará da pré-campanha de Nunes, e de Marcos Gadelho, que atuava na Secretaria de Urbanismo e Licenciamento, por motivos pessoais. Os dois já tiveram substitutos oficializados: Eunice Aparecida, que estava na pasta de Justiça, vai para a de Desenvolvimento Econômico, enquanto a de Urbanismo será assumida por Elisabete França, que estava como secretária-executiva do programa de mananciais. A Secretaria Executiva de Segurança Alimentar também já tem um novo titular nomeado: no lugar de Carlos Fernandes entra Aurelio Costa de Oliveira.

No governo estadual, foram exonerados Gilberto Nascimento, que era titular da Secretaria de Desenvolvimento Social, e Sonaira Fernandes, da pasta de Políticas para Mulher. As publicações no Diário Oficial do Estado também ocorreram nesta sexta. Os dois pretendem concorrer ao cargo vereador na capital. O nome de Sonaira também ganha força nos bastidores para que ela seja vice na chapa de Nunes à reeleição, contando com o apoio de Tarcísio.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.