PT exclui nota de apoio à eleição de Daniel Ortega na Nicarágua

Legenda classificou o pleito como ‘uma grande manifestação popular e democrática’; Gleisi Hoffmann diz que posicionamento não passou pela direção partidária

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2021 16h20
Najara Araujo/Câmara dos DeputadosGleisi Hoffmann afirmou que nota não passou pela direção do partido

Após a repercussão negativa, o PT excluiu uma nota oficial de apoio à eleição de Daniel Ortega na Nicarágua, publicada no site do partido na última segunda-feira, 8. Com a vitória do político nas urnas no domingo, a legenda classificou o pleito como “uma grande manifestação popular e democrática” que confirmou “o apoio da população a um projeto político que tem como principal objetivo a construção de um país socialmente justo e igualitário”. O posicionamento do partido foi criticado por opositores e aliados nas redes sociais. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que a nota não foi submetida à direção partidária. “Posição do PT em relação a qualquer país é defesa da autodeterminação dos povos, contra interferência externa e respeito à democracia, por parte de governo e oposição. Nossa prioridade é debater o Brasil com o povo brasileiro”, declarou. Ortega, que está no poder há 14 anos, venceu a corrida presidencial após seus opositores terem sido presos. Nesta terça-feira, 9, a Organização dos Estados Americanos (OEA) afirmou que a eleição foi ilegítima e rejeitou o resultado. Ex-presidentes de países da América Latina, incluindo o brasileiro Fernando Henrique Cardoso, também divulgaram uma nota pedindo o isolamento da Nicarágua.