Relator do caso Arthur do Val apresenta parecer favorável à cassação do mandato parlamentar na Alesp

Deputado Delegado Olim (PP) considerou que os áudios vazados, em que ‘Mamãe Falei’ realiza comentários sexistas sobre refugiadas ucranianas, caracterizam quebra de decoro

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2022 15h52 - Atualizado em 07/04/2022 15h55
Reprodução/Youtube/Mamaefalei arthur do val Arthur do Val pode ter seu mandato de deputado estadual cassado pela Assembleia Legislativa de São Paulo

O relator do processo contra o deputado estadual Arthur do Val (União Brasil) na Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp), o também parlamentar Delegado Olim (PP), apresentou no Conselho de Ética da Casa nesta quinta-feira, 7, um parecer favorável à cassação do mandato de ‘Mamãe Falei’. Segundo Olim, houve quebra de decoro nas mensagens vazadas em que Arthur afirma que as refugiadas ucranianas são “fáceis porque são pobres”. De acordo com o relator, as manifestações realizadas “extrapolam todos os limites da manifestação de qualquer cidadão e menos ainda o que se espera de um parlamentar por seu caráter sexual e machista, entremeado de termos de baixo calão e em ofensa ao Código de Ética e Decoro Parlamentar”.

Com o parecer apresentado, o Conselho agora se reunirá na próxima terça-feira, 12, para discutir sobre o documento e votar a possível punição do deputado. Para que seu mandato seja cassado, é necessário que a maioria simples dos deputados votem de maneira favorável ao relatório apresentado tanto na comissão quanto no plenário da Casa. Caso a votação empate, caberá à presidente do Conselho de Ética, Maria Lúcia Amary (PSDB), decidir o futuro de Arthur, que pode perder seu mandato de maneira definitiva ou temporária.