Por divergências, votação de Plano Diretor de São Paulo é adiada

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2014 10h36

Vereadores e prefeito bateram cabeça e votação do Plano Diretor é adiada novamente. A tensão no legislativo municipal aumentou porque movimento dos sem teto ligado ao PT acampou em frente à Câmara.

Eles querem a inclusão de áreas invadidas no Plano Diretor e acusam vereadores de barrarem essa exigência. E, em entrevista a Anderson Costa, o prefeito Fernando Haddad sinalizou que também está contra essa reivindicação.

*Ouça os detalhes no áudio

O relator do Plano Diretor condenou a tentativa de obstrução de entradas e saídas da Câmara pelo MTST. Nabil Bonduki assinalou que o protesto de uns não pode ferir a liberdade de ir e vir dos vereadores.

Já líder do PSDB entende que a base governista é a principal opositora do projeto do Plano Diretor. Floriano Pesaro lamenta que prefeito, vereadores e movimento dos sem teto não cheguem a um acordo.

O prefeito Fernando Haddad se dispõe a novas rodadas de conversas com a Câmara Municipal. O chefe do Executivo Municipal tenta aprovar o Plano Diretor antes do início do recesso de julho, na semana que vem.