Preços dos alimentos caem 1,7% na América Latina em dezembro

  • Por Agencia EFE
  • 08/01/2015 16h08

Santiago do Chile, 8 jan (EFE).- O índice de preços dos alimentos caiu na América Latina 1,7% em dezembro, segundo um relatório divulgado nesta quinta-feira em Santiago pelo Escritório Regional para a América Latina e o Caribe da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Com isso, o índice acumulou no ano passado uma queda de 3,7% em comparação com 2013, de acordo com o organismo.

Segundo a FAO, a baixa se explica pela estabilidade do dólar e a queda do preço petróleo.

Os preços dos cereais subiram 0,4% em relação a novembro, devido à alta no preço do trigo. No entanto, a variação não foi significativa pela força do preço do dólar nos Estados Unidos, segundo o relatório.

Por outro lado, os preços dos óleos vegetais desceram em dezembro 2,44%, alcançando seu nível mais baixo em cinco anos, devido a uma menor demanda de óleo de palma, matéria-prima do biodiesel, vinculada diretamente à queda dos preços mundiais do petróleo.

Além disso, o preço dos produtos lácteos diminuiu 2,3%, nível mais baixo desde 2009. Os produtos mais afetados foram a manteiga, o leite em pó e o queijo.

O preço do açúcar caiu 4,8% em dezembro, nível mais baixo em quatro anos, devido a uma grande oferta dos países produtores, como o Brasil, e à queda do petróleo, que reduziu a demanda de cana para se fazer etanol.

Por último, o preço da carne caiu em dezembro 1,9% ante novembro, embora no ano tenha registrado um aumento de 8,1% frente a 2013, convertendo-se no único grupo de produtos básicos que teve uma alta de preços durante o ano.

Os baixos valores do petróleo propiciaram uma queda dos preços das matérias-primas que podem ser usadas para fabricar biocombustíveis, como a cana e o óleo de palma, segundo o economista da FAO Abdolreza Abbassian.

“Além dos abundantes estoques, a queda dos preços do petróleo obviamente faz com que a produção de etanol seja menos atrativa”, disse.

Desta forma, 2014 se transformou no terceiro ano consecutivo em que se registra na América Latina e no Caribe uma queda de preços em todos os grupos alimentícios, com exceção da carne, destacou a FAO.

O índice de preços dos alimentos da FAO se baseia em um acompanhamento do custo dos cinco alimentos básicos no mercado internacional: cereais, carne, produtos lácteos, óleos vegetais e açúcar. EFE