Prefeito e secretários de Mangaratiba são presos por fraude em licitações

  • Por Agência Brasil
  • 17/04/2015 18h30

O prefeito de Mangaratiba, Evandro Bertino Jorge, conhecido como Evandro Capixaba, foi preso hoje (17) sob a acusação de fraude em licitações, falsificação de documentos, formação de quadrilha e coação de testemunhas. O mandato de prisão foi expedido pela Justiça a pedido do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (MP-RJ). Também foram expedidos mandatos contra o secretário de Segurança e Ordem Pública do município do sul fluminense, Sidney Ferreira, que também está preso, e o secretário municipal de Comunicação, Roberto Pinto dos Santos, que está foragido. Os três mandados de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça.

Além da prisão, o MP pediu à Justiça a indisponibilidade dos bens dos acusados e a suspensão do exercício funcional de todos os servidores públicos envolvidos no processo. Eles são acusados de promoverem licitações irregulares no município nos anos de 2011 e 2012. Ao todo, 44 pessoas estão sendo investigadas pelo MP, inclusive servidores de Mangaratiba e empresários.

As investigações foram iniciadas na 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Angra dos Reis, que apurou fraudes em contratações feitas pela prefeitura nos anos de 2011 e 2012. Em novembro de 2014, foram apreendidas nas sedes da prefeitura e do jornal O Povo, em Vila Isabel e no centro do Rio, documentos referentes a licitações irregulares, que embasaram o processo criminal.

Até o fechamento desta matéria não foi possível contatar a defesa do advogado e dos secretários para falar sobre as denúncias e prisões.