Prefeitura de São Paulo libera circulação de táxis nas faixas exclusivas de ônibus

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2014 16h34
SÃO PAULO,SP,BRAZIL,16.12.2013:PROTESTO/TAXISTAS/FAIXA/ÔNIBUS - Taxistas protestam na manhã desta segunda-feira (16), na avenida Rubem Berta, zona sul de São Paulo, contra a possibilidade de a prefeitura proibir o trafego nas faixas exclusivas de ônibus. (Foto: Apu Gomes/Folhapress)Taxistas fazem protesto na avenida Rubem Berta

Após muita polêmica e discussões, a prefeitura da capital paulista liberou o uso dos 440 km das faixas exclusivas de ônibus (mais aquelas que serão criadas) para o uso de táxis com passageiros.

A circulação continua proibida, no entanto, durante os “horários de pico” (6h a 9h e 16h a 20h) dos dias úteis. Táxis não poderão circular nas faixas exclusivas sem passageiros, nem parar para embarque ou desembarque nos locais. A medida é válida a partir deste sábado, 13.

De acordo com o site da Prefeitura, a medida foi adotada após estudo que comprovou que a presença de táxis não diminuía a velocidade dos coletivos aos quais as faixas foram destinadas incialmente.

Desde abril, apenas 71 km das faixas exclusivas eram abertas aos táxis.

O prefeito Fernando Haddad garante que “foi possível tecnicamente conciliar (a presença dos táxis) sem prejudicar o ônibus”.

“Quanto mais faixa se tem para circular, mais distribui a quantidade de táxi. Então, a medida dilui ou espraia e é isso o que vai acontecer”, espera Jilmar Tatto, secretário de Transportes da cidade.

Foi publicada no Diário Oficial da Cidade também, nesta sexta, a criação de uma comissão para avaliar a velocidade dos ônibus nos corredores nos próximos 90 dias, pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT).

Este estudo poderá liberar a circulação de táxis nas faixas também nos horários de pico, caso seja comprovado que isso não diminui a velocidade dos ônibus.

A velocidade média de ônibus que circulam por 66 trechos das faixas implantadas subiu de 12,4km/h para 20,8km/h, apontou estudo da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).