Preso no Líbano uma esposa e um filho do líder do Estado Islâmico

  • Por Agencia EFE
  • 02/12/2014 08h30

Beirute, 2 dez (EFE).- O exército do Líbano prendeu uma das esposas e um dos filhos do emir do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, em um posto na fronteira com a Síria, informaram nesta terça-feira à Agência Efe fontes militares.

Os dois foram conduzidos para uma prisão localizada na sede do Ministério da Defesa libanês, onde estão sendo interrogados, acrescentaram as fontes.

Segundo o jornal libanês “As Safir”, a prisão foi efetuada em coordenação com “serviços de inteligência estrangeiros” e a mulher, cuja nacionalidade não foi revelada, viajava com seu filho, ambos com passaportes falsos.

Por enquanto não se dispõe de mais dados sobre a captura nem a identidade da esposa, que cruzou o Líbano procedente da Síria. Al-Baghdadi proclamou em junho um califado em partes do Iraque e da Síria.

As forças de segurança libanesas aumentaram sua vigilância na fronteira com a Síria e realizaram várias prisões de supostos terroristas nos últimos meses.

Ontem, as autoridades locais anunciaram a detenção de onze pessoas, entre elas um cidadão australiano e quatro sírios, por supostos vínculos com o terrorismo.

O EI e a Frente al Nusra -filial da Al Qaeda na Síria- mantêm 26 soldados e policiais libaneses capturados em agosto em combates na fronteira como reféns. O Estado Islâmico já executou três soldados líbaneses que tinham sido sequestrados. EFE