Primatóloga pede a Air France não transportar macacos para laboratórios

  • Por Agencia EFE
  • 26/05/2014 14h14

Paris, 26 mai (EFE).- A primatóloga britânica Jane Goodall pediu nesta segunda-feira à companhia aérea Air France que deixe de transportar macacos destinados aos laboratórios de experimentação animal e “ponha fim a sua participação nesse comércio cruel”.

Em carta dirigida ao presidente da companhia francesa, Alexandre de Juniac, Goodall destacou que a Air France é a única companhia aérea de passageiros que segue embarcando macacos procedentes da Ásia e das Ilhas Maurício para conta de laboratórios situados, principalmente, na França e Estados Unidos.

A primatóloga afirmou que esses animais costumam ser “capturados de forma traumatizante ou são filhotes de mães forçadas a se reproduzir em espantosas fazendas de macacos”.

Goodall, mensageira da paz das Nações Unidas e Prêmio Príncipe de Astúrias de Pesquisa 2003, explicou que os primatas dos laboratórios vivem confinados em jaulas e sem contato entre eles, o que gera inúmeros problemas psicológicos, inclusive com automutilação.

Segundo o jornal “Le Figaro”, o grupo Air France-KLM assinalou que consultará Goodall sobre o assunto, embora tenha ressaltado que respeita as normas sobre o transporte de animais e que a experimentação com macacos é decisiva para a pesquisa médica.

A associação de proteção de animais Peta também iniciou hoje uma campanha para a Air France pôr fim a esta prática e, inclusive, chegou a cogitar a possibilidade de convocar um boicote à companhia aérea. EFE