Primeiro-ministro da Estônia anuncia renúncia

  • Por Agencia EFE
  • 04/03/2014 07h43

Vilnius, 4 mar (EFE).- O primeiro-ministro da Estônia, Andrus Ansip, de 57 anos, renunciou ao cargo nesta terça-feira, o que supõe a renúncia de todo o governo.

Ansip, que estava há nove anos no posto de primeiro-ministro, apresentou sua renúncia ao presidente do país, Toomas Hendrik, “por vontade própria”, informou o serviço de imprensa do gabinete.

Antes de oficializar sua renúncia, o chefe do Executivo já tinha anunciado em várias ocasiões que não se apresentaria como candidato às eleições parlamentares, previstas para março de 2015.

Apesar de Ansip ter dito que sua renúncia não obedecia “pressão alguma”, a imprensa local relaciona sua decisão ao fato do seu partido – o Partido Reformista – estar em baixa nas enquetes das próximas eleições parlamentares.

O fundador do Partido Reformista, atual vice-presidente da Comissão Europeia e ministro de Transporte, Siim Kallas, de 65 anos, aparece como o provável sucessor de Ansip para o cargo de primeiro-ministro.

Segundo a legislação da Estônia, a partir de hoje o presidente tem um prazo de duas semanas para encarregar a formação do novo governo. EFE