Principais reservatórios de SP mantêm volume e crise hídrica ainda preocupa

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2015 11h28

Represa do JaguariRepresa do Jaguari

A chuva fraca que atingiu os sistemas administrados pela Sabesp não foi o suficiente para aumentar os volumes registrados na manhã desta segunda-feira (13). O Cantareira, apesar de se manter em 19,5%, teve queda de 4 mil m³, marcando 191,2 milhões de m³.

O Guarapiranga, sistema que abastece mais pessoas na capital paulista, também apresentou a mesma porcentagem de domingo (12): 78,6%. Mas, neste caso, o acumulo pluviométrico do mês já superou a média esperada para julho: superou em 22,5mm a marca de 42,1mm.

Os quatro outros sistemas do Sudeste apresentaram queda no volume registrado. O Alto Tietê caiu de 20,2% para 20,1%, o Alto Cotia passou de 66,4% para 66,2% e o Rio Claro deixou 74% e atingiu 73,8%.