Produção industrial brasileira caiu 6,9% em junho

  • Por Agencia EFE
  • 01/08/2014 11h22

São Paulo, 1 ago (EFE).- A produção industrial brasileira diminuiu 6,9% em junho em relação o mesmo mês de 2013, o pior resultado mensal desde 2009, para o qual contribuiu os recessos nas atividades produtivas durante a Copa do Mundo, informou hoje o governo.

O IBGE informou que a produção caiu 1,4% em junho em relação a maio e acumula queda em 2014 de 2,6% em comparação com o primeiro semestre de 2013.

O mercado esperava uma queda de maio a junho entre 2% e 3%, superior a oficial, 1,4%.

A queda na produção em relação ao mesmo mês do ano passado é o pior resultado mensal desde a queda de 7,4% em setembro de 2009.

Segundo o IBGE, entre as atividades produtivas que mais diminuíram em junho em relação a maio se destacam o setor automotivo (-12,1%), equipamentos informáticos e eletrônicos (-29%), máquinas e equipamentos (-9,4%) e vestuário (-10%).

Apenas seis dos 24 setores analisados pelo IBGE registraram aumento da produção, entre eles derivados de petróleo e biocombustíveis, alimentos e bebidas.

Na comparação com junho de 2013, as fábricas de veículos automotores e carrocerias produziram 36,3% a menos em junho deste ano.

André Macedo, analista do IBGE, explicou que o mau desempenho do período “tem a ver com a Copa”, por causa dos vários feriados declarados em dias de jogos nas 12 cidades-sede e na redução da carga horária em dias de jogos do Brasil para facilitar a mobilidade dos torcedores, e influenciado também por “férias coletivas e redução de turnos de trabalho” em vários setores industriais. EFE