Protestos contra resultado das eleições deixa 6 feridos em Paris

  • Por EFE
  • 24/04/2017 08h48
BRU1. Paris (France), 23/04/2017.- Anti-riot police officers stand guard near Opera Bastille as people demonstrate following the announcement of the results of the first round of the Presidential election, in Paris, France, 23 April 2017. Media reports that polling agencies projections place Marine Le Pen and centrist presidential candidate Emmanuel Macron in the lead positions for the vote. France will hold the second round of the presidential elections on 07 May 2017. (Elecciones, Francia) EFE/EPA/JULIEN DE ROSAProtesto eleições na França - efe

Seis pessoas ficaram feridas, entre elas três agentes das forças da ordem, nos protestos organizados em Paris contra o resultado do primeiro turno das eleições presidenciais francesas, deixando também um saldo de 29 detidos, informou nesta segunda-feira à Agência EFE a Polícia local.

No total, os agentes controlaram cerca de 140 pessoas, mas só ficaram sob detenção 29 manifestantes.

As praças da Bastilha e da República foram palco dos manifestos contra a passagem para o segundo turno da ultradireitista Marine Le Pen e do social liberal Emmanuel Macron.

O chamado para a manifestação foi feito por movimentos antifascistas e anticapitalistas, que pretendiam montar “barricadas” para encenar sua rejeição a entrar no jogo dos políticos e sua vontade de construir “outro mundo”.

O protesto foi convocada para as 18h (horário local, 13h em Brasília), duas horas antes do fechamento dos colégios eleitorais, e os distúrbios começaram quando as estimativas de voto apontavam para a vitória do ex-ministro de Economia e a líder da Frente Nacional.