Putin alcança 80% de aprovação após anexação da Crimeia e Jogos de Inverno

  • Por Agencia EFE
  • 26/03/2014 10h03

Moscou, 26 mar (EFE).- A confiança dos russos em seu presidente, Vladimir Putin, alcançou neste mês um de seus maiores níveis desde que o mesmo abandonasse o Kremlin em 2008, informou nesta quarta-feira o Centro Levada ao apresentar sua nova pesquisa.

De acordo com a enquete do instituto independente, 80% dos entrevistados aprovam a gestão de Putin, enquanto apenas 18% reprovam a gestão do presidente russo, sendo que 2% se abstiveram.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 24 de março, ou seja, justamente depois que Putin promulgasse a anexação russa da península da Crimeia.

Em março de 2008, dois meses antes de ceder a presidência a Dmitri Medvedev e de assumir o cargo de primeiro-ministro, Putin tinha uma aprovação de 85%, seu recorde histórico.

No entanto, os números obtidos agora (80%) contrastam com o nível alcançado em janeiro (65%) e com o registrado há um ano (63%), além de ser o quarto melhor resultado anual desde que Putin chegou à presidência russa no ano de 2000.

A entrada da Crimeia na Federação Russa exacerbou os ânimos patrióticos neste país, em particular na capital, onde muitos estabelecimentos comerciais optaram por pendurar bandeiras em suas vitrines.

“Os russos avaliaram muito positivamente o ingresso da Crimeia. Os russos veem o assunto da Crimeia como a restauração da justiça histórica, tanto que as sanções não lhes preocupam”, disse Konstantin Simonov, professor universitário e analista político.

Além da entrada da Crimeia, o aumento da popularidade de Putin também está relacionado ao êxito do país nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, um projeto pessoal do chefe do Kremlin.

Putin, que retornou ao Kremlin após ganhar as eleições presidenciais de março de 2012, terá a possibilidade de se reeleger em 2018 e, em caso de vitória, ficará no poder até 2024. EFE