Putin diz que Forças Armadas da Rússia são mais fortes que quaisquer outras

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/12/2016 11h47
PUT02 YALTA (RUSIA) 26/10/2016.- El presidente de Rusia, Vladimir Putin, asiste a una sesión del Frente Popular Ruso durante el "Foro de Acción.Crimea" en Yalta, en la península de Crimea, hoy, 26 de octubre de 2016. La agenda incluye asuntos de energía y reservas de petróleo en Crimea, además de asuntos de agricultura y economía. EFE/Alexei Druzhinin / Sputnik / Kre CRÉDITO OBLIGATORIOpresidente da Rússia

Os militares russos são mais fortes que qualquer inimigo potencial, afirmou o presidente do país, Vladimir Putin, em reunião de fim de ano com o Ministério da Defesa nesta quinta-feira (22). “Nós podemos dizer com certeza: estamos mais fortes que qualquer agressor em potencial”, disse na reunião. “Qualquer!”.

A declaração é dada ao fim de um ano de tensões da Rússia com o Ocidente, em grande medida por divergências sobre a guerra civil na Síria. O quadro piorou desde a anexação russa da Crimeia, em 2014, e do envolvimento russo no conflito do leste ucraniano. No ano passado, a Rússia começou uma operação aérea na Síria em apoio ao regime de Bashar al-Assad que irrita os Estados Unidos em particular.

Os membros da Rússia e da Otan realizaram uma série de exercícios militares perto da fronteira russa neste ano. Moscou insiste que está reforçando a fronteira para reagir à crescente ameaça da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Putin disse que a Rússia deve seguir atentamente qualquer movimento militar em sua fronteira, bem como mudanças na “situação militar e política globalmente”. Segundo ele, Moscou deve agir rápido para “ajustar planos para neutralizar potenciais ameaças para nosso país”.

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, apresentou seu relatório anual, no qual são elogiados os feitos dos militares russos na Síria, bem como os esforços para modernizar o Exército Shoigu disse que a Rússia pela primeira vez na história conseguiu cobrir toda sua fronteira com sistemas de alerta antimísseis.