Putin fala em terrorismo como causa das explosões em São Petersburgo

  • Por EFE
  • 03/04/2017 11h01
FET12 MOSCÚ (RUSIA), 10/02/2017.- El presidente ruso Vladímir Putin durante su encuentro con el presidente esloveno, Borut Pahor (no en la imagen) celebrado en el Kremlin en Moscú, Rusia hoy 10 de febrero de 2017. Putin, aseguró hoy que espera un gradual restablecimiento de las relaciones con Estados Unidos y la Unión Europea (UE). EFE/Alexander Zemlianichenko **POOL**EFE - Vladimir Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta segunda-feira que a principal hipótese sobre as causas das explosões ocorridas no metrô de São Petersburgo é terrorismo.

“Naturalmente, sempre analisamos todas as possibilidades, acidental, criminal e, claro, de caráter terrorista”, afirmou Putin.

O líder do Kremlin fez estas declarações precisamente em São Petersburgo, onde acabava de iniciar uma reunião com seu colega de Belarus, Alexander Lukashenko.

“Veremos, a investigação dará em breve uma resposta sobre o que ocorreu nsta tragédia”, acrescentou Putin.

Segundo os últimos dados, pelo menos dez pessoas morreram e 50 ficaram feridas por duas explosões em distintas estações do metrô da segunda maior cidade russa.

O presidente expressou suas condolências às famílias das vítimas e os desejos de recuperação aos feridos.