Putin ordena retorno aos quartéis de tropas que participaram de manobras

  • Por Agencia EFE
  • 04/03/2014 04h43

Moscou, 4 mar (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou o retorno aos quartéis das tropas que participaram dos exercícios militares que começaram no último dia 26 no oeste e no centro do país, informou o Kremlin nesta terça-feira.

O porta-voz da Presidência russa, Dmitri Peskov, declarou que o chefe de Estado emitiu a ordem ontem, depois de receber um relatório do comando militar sobre o sucesso das manobras.

Putin assistiu ontem a fase final dos exercícios militares no polígono de Kirilovski, na região de Leningrado, no noroeste do país.

Estava previsto, durante os exercícios, o lançamento de forças aerotransportadas na retaguarda “inimiga”, o que foi cancelado pelas condições meteorológicas.

“Correto, não se deve correr riscos”, disse Putin, citado pela agência “Interfax”, após ser informado pelo comando militar sobre o cancelamento do desembarque aéreo.

Na quarta-feira de na semana passada, o presidente russo ordenou que as unidades militares no oeste e no centro de país entrassem em estado de alerta, inclusive em áreas próximas da Ucrânia, para verificar sua disposição de combate.

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoygu, negou então que o surpreendente alerta emitido para essas unidades militares estivesse relacionado com a crise na Ucrânia.

Um total de 150 mil militares, 90 aviões, mais de 120 helicópteros, 80 blindados, 1.200 peças de artilharia e 80 navios participaram das manobras, as maiores feitas na Rússia desde o fim da União Soviética em 1991. EFE