Quase dois anos após tragédia, começa processo de limpeza do prédio da boate Kiss

  • Por Jovem Pan/Folhapress
  • 02/12/2014 13h17
Ag. RBS/Folhapress Homem monta estrutura para dar início à limpeza no prédio da Kiss

Local da segunda maior tragédia do Brasil em número de mortos, a boate Kiss, em Santa Maria (RS), começou nesta terça-feira (02) a passar por um processo de limpeza. O prédio está sendo isolado para que a partir de amanhã comece de fato a limpeza.

Uma estrutura está sendo montada para fazer o isolamento do edifício, onde 242 de pessoas morreram e 116 ficaram feridas por causa de um incêndio.

O fogaréu começou na madrugada de 27 de janeiro de 2012 após um integrante da banda Gurizada Fandangueira usar um sinalizador durante a apresentação. As chamas atingiram a espuma altamente inflamável do teto da casa noturna.