Queda de helicóptero militar no Paquistão deixa 9 mortos

  • Por Agencia EFE
  • 06/08/2015 13h46

Islamabad, 6 ago (EFE).- Um helicóptero do exército caiu nesta quinta-feira em uma região montanhosa no noroeste do Paquistão, deixando nove mortos e nenhum sobrevivente, informou o ministro da Informação da província de Khyber Pakhtunkhwa à Agência Efe.

“Trata-se de um helicóptero militar que voava de Rawalpindi – perto de Islamabad – a Gilgit. Nove pessoas morreram no acidente”, disse Mushtaq Ghani.

Najeeb ur Rehman, o chefe da polícia em Mansehra, a cidade mais próxima do local do acidente, confirmou se tratar de uma aeronave do exército.

O aparelho acidentado é um MI-17, de fabricação russa, equipado para assistência médica e que transportava uma equipe de saúde para uma área em que nos últimos dias operam helicópteros militares em tarefas de ajuda a vítimas das inundações no país asiático, segundo o jornal local “Express Tribune”.

Pelo menos 166 pessoas morreram e mais de um milhão foram afetadas pelas chuvas e inundações em consequência da monção que está há dez dias no país asiático.

Em maio, os embaixadores das Filipinas e Noruega e as esposas dos diplomatas da Malásia e da Indonésia morreram em um acidente de um helicóptero militar no Paquistão, em que também faleceram os dois pilotos e um membro da tripulação.

O principal grupo talibã do Paquistão, o Tehrik-e-Taliban Pakistan, reivindicou a derrubada do helicóptero e afirmou que seu alvo era o primeiro-ministro, mas o exército garantiu que o acidente se deveu a um problema técnico. EFE