Raposo Tavares ficou interditada pelo MTST e outros movimentos sociais

  • Por Jovem Pan com Agência Brasil
  • 18/03/2015 09h34

Protesto do MTST bloqueia km 21 da Rodovia Raposo Tavares com fogo em pneus. Os manifestantes exigem o lançamento imediato do Programa Minha Casa Minha Vida 3Protesto do MTST bloqueia km 21 da Rodovia Raposo Tavares com fogo em pneus

Os dois sentidos da Rodovia Raposo Tavares foram interditados, por volta das 8h15 de hoje (18) na altura do quilômetro (km) 21, próximo à Granja Viana, por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e de outros movimentos sociais. Eles atearam fogo a uma barreira feita com pneus. Segundo a Polícia Militar, cerca de 300 pessoas participam do protesto.

Por volta das 8h53, homens da Polícia Rodoviária Federal começavam a apagar o fogo e retirar os pneus da rodovia, conforme informou o repórter Jovem Pan Anderson Costa. Às 9h20, a Raposo Tavares já havia sido liberada, mas ainda havia reflexos no trânsito.

Estão previstos ao longo do dia a obstrução de dez vias de grande circulação de veículos na capital paulista e em outras cidades da Grande São Paulo.

Marginal

Outro grupo de manifestantes faz uma caminhada no extremo sul da capital paulista. Os integrantes do MTST saíram por volta das 8h do Terminal Guarapiranga e seguiram às 8h50 em direção à Marginal Pinheiros.

Cerca de 700 pessoas, de acordo com a Polícia Militar, ou mil, segundo os manifestantes, faziam ato na altura da estação Socorro da CPTM. Os reflexos no trânsito vinham desde a Avenida Guarapiranga.

A exemplo de atos semelhantes em outras capitais, os manifestantes querem pressionar o governo federal a lançar, imediatamente, o Programa Minha Casa, Minha Vida 3, voltando atrás na decisão do ajuste fiscal.

Foto do texto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress