Reajuste do Judiciário ficará abaixo do proposto pelos servidores, diz Barbosa

  • Por Agência Brasil
  • 22/07/2015 20h31
Planejamento, ministro, Nelson Barbosa, audiência pública, SenadoMinistro do Planejamento

O veto ao projeto que reajustava em até 78% os salários dos servidores do Judiciário ocorreu porque o pedido não estava em linha com a realidade econômica do Brasil, disse nesta quarta-feira (22) o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Ele lembrou que as negociações de propostas alternativas para a categoria estão em curso, mas disse que os reajustes ficarão menores que os desejados.

“Estamos atravessando um período de atividade mais baixa. Não é adequado, num momento deste, propor um aumento excessivo de salários seja qual for a categoria. Estamos em contato com o Poder Judiciário por uma proposta alternativa e temos sugerido cenários de reajuste. É possível ter aumento, mas na magnitude proposta pelo projeto de lei”, disse Barbosa.

Segundo Barbosa, as negociações com os servidores do Judiciário terão como referência a proposta apresentada pelo governo aos funcionários do Executivo, de 21,3% pagos de forma parcelada nos próximos quatro anos. “Desde março, estamos em negociação com os servidores para conseguir um acordo de médio prazo e compatível com a situação econômica”, destacou.