Rebeldes sul-sudaneses atacam capital de estado petroleiro

  • Por Agencia EFE
  • 18/02/2014 07h02

Juba, 18 fev (EFE).- Os rebeldes do Sudão do Sul lançaram nesta terça-feira uma ofensiva contra a cidade de Malakal, a capital do estado petroleiro do Alto Nilo, no primeiro ataque desde que os insurgentes e o regime estabeleceram um cessar-fogo em janeiro.

O porta-voz do Exército sul-sudanês, Phillip Aguer, confirmou à Agência Efe por telefone que estão ocorrendo enfrentamentos em Malakal entre as forças governamentais e combatentes rebeldes.

Malakal mudou várias vezes de controle desde o início do conflito no Sudão do Sul em meados de dezembro do ano passado, quando as autoridades acusaram o ex-vice-presidente Riak Mashar de uma tentativa de golpe de Estado.

O Exército recuperou a cidade pela segunda vez no dia 20 de janeiro e três dias depois os dois grupos chegaram a um acordo de cessar-fogo em Adis Abeba, a capital da Etiópia, e desde então não aconteceram combates como os de hoje.

Testemunhas locais relataram em declarações à Efe que os confrontos estão acontecendo no norte da cidade e que os civis fugiram ou se refugiaram em igrejas e na sede das Nações Unidas.

Em outro episódio de violência em janeiro, os deslocamentos de civis em Malakal também foram grandes e pelo menos 200 pessoas morreram afogadas, a maioria mulheres e crianças, quando tentavam fugir em uma embarcação.

O conflito, no qual já morreram milhares de pessoas, deixou à beira de uma guerra civil o jovem país, que conquistou a independência do vizinho Sudão em julho de 2011. EFE