Redução de velocidade nas vias de São Paulo traz extrema segurança ao trânsito, dizem especialistas

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2015 08h30

A redução da velocidade nas vias de São Paulo vai trazer baixo impacto na circulação dos carros, mas extrema segurança ao trânsito. A avaliação é de especialistas ouvidos pela JOVEM PAN que defendem prioridade à segurança em relação à fluidez.

A exemplo do centro da capital, a prefeitura irá expandir o limite de 40 quilômetros por hora em vias de grande circulação de pedestres. Em entrevista ao repórter Marcelo Mattos, o ex-diretor do Conselho Nacional de Trânsito, Aílton Brasiliense, lembrou os resultados mundiais da medida.

*Ouça os detalhes no áudio

O Observatório de Segurança da Espanha diz que aos 30 km/h, 35% das pessoas saem ilesas e 5% morrem em um acidente. Já aos 50 km/h, o total de ilesos cai para 5% e o de mortes sobe para 45% e o restante fica ferido.

Em um acidente a 65 km/h, todos sairão com ferimentos e, a 80 km/h, a possibilidade de morte é total. O consultor de trânsito, Luiz Célio Botura, destacou que o Brasil precisa inverter a prioridade de fluidez em relação à segurança no trânsito.

Os atropelamentos são responsáveis pela maioria das mortes no trânsito de São Paulo, 44%, uma média diária de três acidentes fatais. Os números de 2014 ainda não foram fechados mas, em 2013, 1.152 pessoas perderam a vida no trânsito da capital.