Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, volta a ser preso nesta segunda-feira (16)

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2015 07h28
CURITIBA, PR - 03.12.2014: LAVA JATO - Renato Duque deixa a PF - O ministro do STF Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato na corte, acatou um pedido da defesa do ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque e determinou sua soltura. Duque estava preso desde o último dia 14. Ele foi detido junto com outros 22 executivos e funcionários de empreiteiras suspeitas de participar de um esquema de fraude em licitações nas obras da Petrobras. (Foto: Geraldo Bubniak /AGB/Folhapress)Renato Duque deixa a Polícia Federal

A décima fase da Operação Lava Jato começa com a prisão preventiva do ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque. Entre os crimes investigados estão corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitação, associação criminosa e uso de documento falso.

Duque foi preso na casa dele no Rio de Janeiro. Outros 17 mandados devem ser cumpridos nesta segunda-feira, sendo cinco de prisão temporária e doze de busca e apreensão.

A detenção do ex-diretor da estatal não deve interromper os depoimentos à polícia, uma vez que ele poderá continuar depondo na prisão.