Renzi se reúne com presidente à tarde para entregar cargo de premiê da Itália

  • Por Estadão Conteúdo
  • 07/12/2016 13h39
Matteo Renzi

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou que se reunirá com o presidente Sergio Mattarella às 16h (de Brasília) para formalizar sua saída do posto. Com isso, Renzi abrirá caminho para uma rápida mudança de governo no país.

O Senado da Itália aprovou nesta quarta-feira o orçamento ido governo para 2017, após um voto de confiança sobre o tema. Com isso, ficou aberto o caminho para a saída de Renzi.

Após os italianos imporem uma dura derrota sobre Renzi em referendo neste domingo sobre mudanças constitucionais defendidas pelo governo, o premiê apresentou sua renúncia ao presidente italiano na segunda-feira. Mattarella, porém, pediu que Renzi seguisse no posto até a aprovação do orçamento do próximo ano.

“A lei orçamentária de 2017 foi aprovada pelo Senado. Ela é uma lei muito boa…esses têm sido 1.000 dias extraordinários, agradeço a todos”, escreveu Renzi em sua conta no Facebook, ao anunciar que entregará a renúncia formal nesta quarta-feira (7).

Especialistas avaliam que deve haver uma rápida formação de um governo interino, que possa ajudar a garantir a estabilidade em meio ao risco de crise bancária no país.