Resultados da inflação e clima eleitoral devem segurar Selic

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2014 07h34

Os resultados da inflação e clima eleitoral devem fazer o Copom manter a taxa Selic em 11% ao ano, dizem especialistas. O índice vem subindo desde abril do ano passado e sofreu alterações nas últimas nove reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central.

O IPC-S da última semana caiu para 0,69%, com recuo no preço dos alimentos. A economista da UBS Health Management, Mariana Costa, afirmou que estes dados serão primordiais para a decisão do Copom.

*Ouça os detalhes no áudio

O diretor do MBA da Faap concordou que o enfraquecimento dos dados de inflação deve colaborar com a manutenção da Selic. No entanto, Tarcísio Souza Santos explicou ao repórter Anderson Costa que a proximidade das eleições deve começar a impactar a decisão do Copom.

O último boletim Focus do Banco Central manteve a previsão da Selic em 11,25% ao ano no fim de 2014. Em relação à inflação, a expectativa dos analistas de mercado é de um IPCA de 6,43%, quase no teto da meta de 6,5%.