Resultados em matemática e português de alunos de 8 anos preocupam educadores

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2015 14h15
Escola

Matemática e Português continuam sendo um mistério para grande maioria dos estudantes brasileiros, em pleno século XXI.

A Avaliação Nacional da Alfabetização aponta que mais da metade dos alunos da terceira série do ensino fundamental, que têm cerca de 8 anos, não sabem ler e escrever.

O Ministério da Educação avaliou, em novembro de 2014, cerca de 2,5 milhões de estudantes da última etapa da alfabetização.

O professor da Faculdade de Educação da USP, Ocimar Alavarse, ressalta que a pesquisa aponta que os mais pobres são os mais afetados.

“Depois de praticamente três anos de escolarização, as crianças apresentam dificuldades que não poderiam em hipótese alguma apresentar”, avalia Alavarse.

O professor destaca que houve melhora em relação a Prova Brasil 2013, mas o crescimento é muito pequeno e demorado na qualidade do ensino.

Em entrevista a Marcelo Mattos, a doutora da área de ensino da PUC São Paulo, Maria Estela Graciane, destaca a má formação dos professores.

“Antes, era quase que metade das quatro horas que você ficava na escola era para essas duas áreas de conhecimento (matemática e português)”, diz.

Alunos da escola pública revelaram dificuldades para resolver problemas com números naturais maiores que 20 e ler horas em relógio analógico.

Na leitura, 55% dos estudantes ficaram nos dois piores níveis, de um total de quatro, por não conseguir localizar informação em textos.