Russos gastam 17% a menos no Reino Unido por instabilidade na Ucrânia

  • Por Agencia EFE
  • 24/03/2014 07h03

Londres, 24 mar (EFE).- O gasto dos turistas russos que visitam o Reino Unido caiu 17% em fevereiro em relação ao mesmo período do ano passado em consequência do clima de tensão política na Ucrânia, divulgou nesta segunda-feira a empresa de consultoria Global Blue.

Esta queda aconteceu segundo a empresa, por causa do enfraquecimento da economia russa e pela crise na Ucrânia, que fizeram os russos decidirem viajar menos ao exterior.

A tendência da gastos destes turistas no Reino Unido tinha crescido em 2013, concentrado em marcas e comércios de luxo.

“A instável situação na Rússia demonstrou seu efeito no turismo, assim como o enfraquecimento da economia, que deixa os compradores pouco dispostos a viajar”, explicou Gordon Clark, diretor de Global Blue no Reino Unido.

A empresa de consultoria alertou que a situação política e econômica pode ter um sério impacto em comércios e hotéis, especialmente no segmento de luxo, o preferido pelos turistas russos.

A Global Blue, que processa a maioria de compras livres de impostos no Reino Unido, disse que os russos são os quartos que mais gastam durante suas visitas, em média 700 libras (quase R$ 2,7 mil), 4% do “tax-free” no Reino Unido.

No primeiro posto da lista é dos turistas do Oriente Médio, que gastam no país em média 825 libras (R$ 3,150 mil) e representam 29% da despesa total em produtos livres de impostos.

Apesar desses dados, Visit Britain, autoridade do turismo no Reino Unido, prevê um crescimento de 75% no gasto dos compradores russos no país para 2020. EFE