Sabesp suspende descontos e multas em cidades da Bacia do Rio Piracicaba

  • Por Agência Brasil
  • 30/03/2015 17h39
PIRACICABA, SP, 19.01.2012: CHEIA/RIO PIRACICABA - Vista do rio Piracicaba, que chega a 3 metros acima do seu nível normal, na manhã desta quinta-feira, na cidade de Piracicaba (interior de SP), um dia após a Defesa Civil da cidade decretar estado de alerta para inundações devido as chuvas que atingem a região. Algumas famílias com casas próximas ao rio já removeram móveis e pertences para evitar prejuízos com a possibilidade de transbordamento. (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)rio Piracicaba

Seis cidades do interior de São Paulo não terão mais o desconto de até 30%, em caso de economia no consumo de água, e também não pagarão multas, em caso de aumento do consumo. As medidas eram aplicadas pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) por causa da crise hídrica.

Os moradores de Hortolândia, Itatiba, Monte Mor, Morungaba e Paulínia, localizadas na região metropolitana de Campinas, e também Jarinu pagarão o valor integral do consumo nas contas emitidas a partir de 17 de abril.

O motivo, segundo a Sabesp, é “a situação hidrológica favorável, atualmente, na Bacia do Rio Piracicaba”, região que fica depois do Sistema Cantareira. Apesar da suspensão dos descontos e das multas, a empresa informou que “a condição ainda não é de normalidade [nos mananciais da região]”.

Desde junho de 2014, cerca de 75,6 mil casas estavam sendo contempladas, por mês, com os descontos nas contas de consumo de água, devido à economia, nas seis cidades.