São Paulo amplia vacinação contra a gripe até o dia 26 deste mês

  • Por Agência Brasil
  • 15/06/2015 17h01
Os pais devem ficar atentos ao prazo para a segunda dose da vacinação

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu ampliar a vacinação contra a gripe para professores e servidores da educação, policiais militares e carteiros. Eles deverão ir a uma unidade básica de saúde até 26 de junho, para tomar a vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe.

Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (15), desde o início da campanha foram imunizadas 8.497.502 pessoas dos grupos prioritários (crianças entre seis meses e menos de cinco anos de idade, gestantes, idosos com 60 anos ou mais; puérperas – mulheres até 45 dias após o parto -, indígenas e trabalhadores da saúde; pacientes diagnosticados com doença crônica e pessoas do sistema prisional).

A meta da secretaria era imunizar 11,8 milhões de pessoas ou 80% das 14,7 milhões de pessoas que compõem o público-alvo – que ainda podem, até o dia 26, comparecer a uma unidade de saúde para serem vacinadas.

“Esta vacina, além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, protege de outros dois tipos do vírus Influenza, o A (H3N2) e B”, destaca a diretora de Imunização da Secretaria, Helena Sato.