São Paulo quer usar áreas da União para trem de média velocidade

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2014 09h59

O governo do estado de São Paulo quer usar áreas da União para construir trem de média velocidade que vai ligar São Paulo a Americana, passando por Campinas. No total são dois ramais, norte e sul, leste e oeste, que dependem de terrenos federais para a construção.

O objetivo é licitar a fase inicial da obra até o fim do ano com apoio da iniciativa privada, por meio de uma “PPP”. A primeira linha vai de São Paulo a Americana, passando por Sumaré, Campinas, Valinhos e Jundiaí e conta com uma expansão até Santos.

O segundo ramal, leste oeste, irá do Vale do Paraíba a Sorocaba, com paradas em Taubaté, São José dos Campos, Guarulhos, Osasco e São Roque. O governador Geraldo Alckmin espera o apoio federal para as obras que vão ajudar na mobilidade da região metropolitana de São Paulo.

*Ouça os detalhes no áudio

Alckmin não sabe dizer o orçamento das duas linhas, mas a construção não demoraria menos de quatro anos. O especialista em transporte, Joseph Barat, disse a Thiago Uberreich que o trem é a melhor solução para estruturar o desenvolvimento entre as cidades.

Para Barat, a iniciativa privada tem sim interesse em investir no trem regional. O governo federal ainda não se pronunciou sobre a parceria com o estado para a construção das linhas.