Sarkozy vence eleição pela presidência da UMP

  • Por Agencia EFE
  • 29/11/2014 21h29

Paris, 29 nov (EFE).- O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi eleito neste sábado presidente de seu partido, a União por um Movimento Popular (UMP), com o apoio de 64,5% dos filiados que participaram da uma votação.

A vitória de Sarkozy, ao superar amplamente 50% dos votos, permite a ele evitar um segundo turno na próxima semana, mas fica muito abaixo de um número esmagador com a qual esperava iniciar uma nova fase sem contestação interna.

Em segundo lugar ficou Bruno Le Maire, ministro durante a presidência de Sarkozy (2007-2012), que conseguiu 29,18% dos sufrágios dos militantes da UMP. Em terceiro lugar veio o também ex-ministro Hervé Mariton, com 6,32%.

A participação final nesta votação, que aconteceu majoritariamente pela internet, foi de 58,1% entre os 268.341 militantes que estavam registrados.

O secretário-geral da UMP, Luc Chatel, ressaltou que com esta sessão “se abre uma nova era para nossa família política”, que viveu “um processo eleitoral totalmente transparente”.

Uma vez instalado na presidência da UMP, o verdadeiro desafio de Sarkozy é triunfar em 2016 nas primárias para as presidenciais que tanto o partido como ele mesmo prometeram organizar de forma aberta.

Primárias que terá que disputar com outros pesos pesados da legenda conservadora que já mostraram suas ambições, em particular os antigos primeiros-ministros Alain Juppé e François Fillon.

Juppé, em uma primeira reação aos resultados, disse que o que espera agora de Sarkozy é “que una” e também que acalme a situação: “Corresponde a ele tomar a iniciativa”, comentou. EFE