Secretaria de Saúde de São Paulo cobra ações urgentes contra a dengue

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2014 08h46

Depois da primeira morte causada pela dengue na capital paulista este ano, Secretaria Estadual da Saúde cobrou ações urgentes dos municípios. A vítima é um menino de 6 anos internado na UTI do Hospital da USP, com relato de febre, vômito e dor abdominal.

No primeiro trimestre, a capital registrou alta de 15,4% nos casos da doença, na comparação com igual período de 2013. O secretário estadual da Saúde, David Uip, disse que foram 1.166 casos em 2014 na capital e destaca que o quadro de combate ao mosquito é complexo.

*Ouça os detalhes no áudio

A incidência da dengue é maior em bairros da zona Oeste da capital e em áreas localizadas em Osasco, município vizinho. A reportagem da Jovem Pan esteve em um posto de saúde em Osasco e ouviu a população que se mostrou bastante preocupada.

A coordenadora de Vigilância em Saúde do Município de São Paulo afirmou que houve aumento no número de casos também nas zonas Leste e Norte. Wilma Murimoto ressaltou que as próximas semanas ainda são preocupantes em relação à proliferação da doença.

A Secretaria da Saúde do Estado ressaltou que só com uma vacina preventiva será possível amenizar a incidência da dengue. O Instituto Butantã desenvolve o produto, mas ainda não existe previsão para que esteja disponível na rede pública.