Secretário de Saúde diz que geração atual de jovens banalizou risco de Aids

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2014 09h31

Os casos de Aids entre jovens voltaram a subir no Brasil e especialistas falam em crescimento de “epidemia dentro de outra epidemia”. Segundo o Ministério da Saúde, o número de jovens que contraiu o vírus HIV nos últimos oito anos no Brasil aumentou 50%.

O uso de remédios fez a população de 15 a 24 anos relaxar na prevenção, fazendo com que o vírus crescesse 23% nos últimos 5 anos só em São Paulo. O secretário estadual de saúde David Uip disse ao repórter Victor La Regina que a geração atual de jovens banalizou o risco da Aids.

*Ouça os detalhes no áudio

Uip destacou ainda que o uso de antirretrovirais, que cresceu 29%  em 2014, não pode ser considerado como a cura da Aids. O médico infectologista do Hospital Emílio Ribas, Jean Gorinchteyn, afirmou que o uso da camisinha ainda é o melhor caminho para deter o vírus.

Atualmente, no Brasil, 734 mil pessoas vivem com o vírus HIV, sendo que 89% delas já foram diagnosticadas. A ONU calcula que a Aids atinge em todo o mundo 35 milhões de pessoas e 1,5 milhão delas morreram em decorrência da doença em 2014.