Seis cidades brasileiras têm um quarto da riqueza do País

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2014 11h20
03/05/2004 angra dos reis rj estaleiro bras fels . verolme foto antonio pinheiroIndústria

Dados de 2012 revelados pelo IBGE nesta quinta-feira mostram a concentração de riqueza nas capitais dos estados brasileiros.

Seis delas – São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte e Manaus – por exemplo, possuem 25% (1/4) do Produto Interno Bruto do País (PIB). Apenas São Paulo corresponde a 11,4%, mas sua participação vem caindo desde 2009 (quando era 12%).

Por outro lado, as 1.334 cidades com menor participação no PIB correspondem a apenas 1% da geração de renda nacional e têm 3,3% da população. Destes municípios, 75,9% das cidades do Piauí, 61,4% da Paraíba, 53,2% do Tocantins e 50,9% do Rio Grande do Norte estão presentes.

Entretanto, a tendência é de que a geração de dinheiro se expanhda aos municípios do interior. Quem mostra isso é o dado de que a participação relativa do conjunto das 27 capitais foi a menor desde que o dado é levantado, em 1999, de 33,4%.

A dependência do interior em relação às capitais é maior no Nordeste e no Norte. No Amazonas, por exemplo, Manaus contribiu com 77,7% do PIB do Estado.

No Sul, a produção é mais bem distribuída. Florianópolis é a única capital que não lidera a riqueza de seu Estado. O município tem apenas 7,1% do PIB de Santa Cantarina e perde para Itajaí (11,1%) e Joinville (10,3%).

(Imagem do texto: Divulgação/Transparência.gov)