Seleção de futebol, R10, Bob Burnquist e Maya Gabeira concorrem ao Laureus

  • Por Agencia EFE
  • 26/02/2014 13h43

Redação Central, 26 fev (EFE).- Os concorrentes à edição de 2014 do Prêmio Laureus, o “Oscar do Esporte”, foram anunciados oficialmente nesta quarta-feira com quatro representantes brasileiros, a seleção de futebol, o jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, o skatista Bob Burnquist e a surfista Maya Gabeira.

Campeã da Copa das Confederações no ano passado, a seleção pode conquistar a honraria de Melhor Equipe do Ano pela segunda vez. A primeira aconteceu em 2003, depois de ter sido pentacampeã mundial. A disputa, no entanto, será dura, já que estão entre os concorrentes o Bayern de Munique, o Miami Heat e a escuderia Red Bull.

Por sua vez, Ronaldinho concorre na categoria Reaparição do Ano por, depois de anos em baixa, ter sido o grande destaque do Atlético-MG no título da Taça Libertadores de 2013.

Os outros dois representantes do país estão na disputa pelo prêmio de Melhor Atleta de Ação. Bob Burnquist obteve a 25ª medalha de ouro nos X Games, e Maya Gabeira correu risco de morte ao surfar uma onda de mais de 20 metros em Portugal.

None

A lista completa dos indicados ao Prêmios Laureus é a seguinte:.

None

Melhor Atleta Masculino.

Usain Bolt (Jamaica) – conquistou três medalhas de ouro no Mundial de atletismo.

Mo Farah (Reino Unido) – obteve a dobradinha 5 mil e 10 mil metros no Mundial de atletismo.

LeBron James (EUA) – jogador mais valioso (MVP) da NBA pela quarta vez em cinco anos.

Rafael Nadal (Espanha) – número 1 do mundo no tênis, venceu Roland Garros, US Open e cinco troféus de Masters 1000 da ATP.

Cristiano Ronaldo (Portugal) – vencedor do prêmio Bola de Ouro da Fifa, marcou 69 gols pelo Real Madrid e pela seleção portuguesa em 2013.

Sebastian Vettel (Alemanha) – campeão do mundo de Fórmula 1 pelo quarto ano consecutivo.

None

Melhor Atleta Feminino.

Nadine Angerer (Alemanha) – eleita melhor jogadora do mundo pela Fifa e capitã da seleção alemã.

Missy Franklin (EUA) – aos 18 anos, conquistou seis medalhas de ouro no Mundial de natação.

Shelly-Ann Fraser-Pryce (Jamaica) – conquistou três medalhas de ouro em velocidade no Mundial de atletismo.

Yelena Isinbayeva (Rússia) – campeã do mundo no salto com vara.

Tina Maze (Eslovênia) – campeã mundial de slalom super-G e medalhista de praia no supergigante e no supercombinado.

Serena Williams (EUA) – número 1 do mundo pela WTA, campeã de Roland Garros, do US Open e de outros oito torneios de tênis em 2013.

None

Equipe do Ano.

All Blacks (Nova Zelândia) – primeira seleção nacional de rúgbi a vencer todos os jogos de uma temporada na era profissional.

Bayern de Munique (Alemanha) – campeã mundial, da Liga dos Campeões, do Campeonato Alemão e da Copa da Alemanha.

Seleção brasileira de futebol masculino – campeã da Copa das Confederações.

Bob e Mike Bryan (EUA) – Golden Slam em duplas: quatro torneios do Grand Slam e o ouro olímpico no tênis.

Miami Heat (EUA) – campeã da NBA pelo segundo ano consecutivo.

Red Bull (Áustria) – quatro títulos mundiais de Construtores consecutivos na Fórmula 1.

None

Revelação do Ano.

Seleção de críquete do Afeganistão – os integrantes aprenderam a jogar críquete em campos de refugiados, e em 2013 a equipe chegou à sua primeira final de Copa do Mundo.

Marc Márquez (Espanha) – campeão do mundo de MotoGP mais jovem da história, aos 20 anos e 266 dias.

Raphael Holzdeppe (Alemanha) – conseguiu o primeiro ouro da Alemanha no salto com vara em um Mundial.

Nairo Quintana (Colômbia) – primeiro novato do Tour de France a subir no pódio desde 1996.

Justin Rose (Reino Unido) – com 22 anos, venceu seu primeiro grande campeonato, o Aberto de Golfe dos Estados Unidos.

Adam Scott (Austrália) – primeiro australiano campeão nos 77 anos de história do Masters de Augusta de golfe.

None

Reaparição do Ano.

Yelena Isinbayeva (Rússia) – campeã do mundo no salto com vara.

Rafael Nadal (Espanha) – número 1 do mundo no tênis, venceu Roland Garros, US Open e cinco troféus de Masters 1000 da ATP.

Oracle Team USA (EUA) – obteve uma vitória de virada por 9 a 8 depois de estar perdendo por 8 a 1 na Copa América de vela.

Tony Parker (França) – o Jogador Mais Valioso (MVP) do EuroBasket após se recuperar de uma grave lesão ocular.

Ronaldinho Gaúcho (Brasil) – aos 33 anos, após algumas temporadcas em baixa, levou o Atlético-MG ao título da Taça Libertadores.

Tiger Woods (EUA) – Melhor Jogador do Ano do PGA de golfe após cinco vitórias no tour. Voltou a ocupar o topo do ranking mundial.

None

Melhor Atleta com Deficiência.

Marie Bochet (França) – primeira vencedora de todas as modalidades em um único Mundial de Esqui Alpino.

Marcel Hug (Suíça) – conquistou cinco medalhas de ouro e uma de prata no Mundial de corrida de cadeiras de rodas.

Tatyana McFadden (EUA) – venceu quatro maratonas urbanas e conquistou seis ouros no Mundial de cadeiras de rodas.

Sophie Pascoe (Nova Zelândia) – conquistou cinco medalhas de ouro em cinco provas no Mundial de natação.

Sarah Louise Rung (Noruega) – conquistou quatro medalhas de ouro em suas cinco provas do Mundial de natação.

Olga Sviderska (Ucrânia) – conquistou cinco medalhas de ouro individuais e duas em revezamentos no Mundial de natação.

None

Melhor Atleta de Ação.

Jamie Bestwick (Reino Unido) – único atleta da história dos X Games a obter oito ouros consecutivos, no BMX.

Bob Burnquist (Brasil) – superou Dave Mirra ao conquistar sua 25ª medalha de ouro dos X Games, no skate half pipe, um número recorde.

Mick Fanning (Austrália) – sagrou-se tricampeão do Circuito Mundial de Surfe com um triunfo na última prova do ano.

John John Florence (EUA) – o surfista obteve o 10 perfeito ao executar o Alley Oop em Bali.

Maya Gabeira (Brasil) – esteve a ponto de se afogar após tentar surfar uma onda de mais de 21 metros em Portugal.

Shaun White (EUA) – conquistou sua sexta medalha de ouro consecutiva nos X Games de Inverno no SuperPipe. EFE