Sem acordo, funcionários da CPTM entram em greve nesta quarta (03)

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2015 19h50

Movimentação de passageiros na estação da Luz da CPTMMovimentação de passageiros na estação da Luz da CPTM

Os funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram em assembleia nesta terça-feira (02), entrar em greve nas linhas 7 e 10 a partir da 0h desta quarta (03).

Sem acordo em reunião feita entre representantes da CPTM e funcionários da empresa nesta tarde, a paralisação deve prejudicar cerca de 2,8 milhões de passageiros. Na assembleia surgiram três novas propostas: duas pela empresa e uma pelo TRT (Tribunal Regional do Trabalho).

A CPTM propôs os seguintes números: reajuste salarial de 7,72% –6,65% do IPC/Fipe (de março) mais 1% de produtividade sobre tal valor – e mais 10% sobre os benefícios. Ou um reajuste de 8,25% sobre salários e benefícios. O TRT propôs um aumento de 8,5% nos salários e benefícios, mas a empresa não aceitou.

O último reajuste da categoria aconteceu em maio do ano passado e foi de 7,5%. Na época, o acordo com os funcionários foi fechado um dia antes ao marcado para início da greve.