“Sem um setor público mais eficiente, mais moderno, mais produtivo, você deixa de ter a capacidade de investimento”

  • Por Jovem Pan
  • 28/05/2014 16h13
Rodrigo Abreu

Rodrigo Abreu, presidente da TIM, a segunda maior operadora de telefonia móvel do país. Tem mais de 20 anos de experiência no mercado de telecomunicações e tecnologia da informação, tendo atuado como principal executivo em diversas empresas do setor, no Brasil e no exterior. É formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Campinas e Master of Business Administration pela Stanford Graduate School of Business.

O que fazer por um Brasil melhor?

“O que tem que ser atacado já, para que a gente colha os frutos depois, é a educação.” Esse é o ponto mais importante para fazer um Brasil melhor, na visão do presidente da TIM. Para ele, a educação é o primeiro dos quatro grandes problemas de base que precisam ser trabalhados para melhorar o país.

Em segundo lugar, sem dúvida alguma para Abreu, é a infraestrutura. De acordo com ele, existe um índice que mede qual o capital de infraestrutura instalada um país tem, e hoje, quando nós fazemos essa relação entre infraestrutura instalada versus o valor do PIB, o Brasil tem um índice de apenas 20%. Em terceiro lugar, a nossa capacidade de geração de propriedade intelectual. Mas o último pilar, é o que faz tudo isso acontecer, segundo o presidente da TIM.

“A eficiência do setor público. Sem um setor público mais eficiente, mais moderno, mais produtivo, você deixa de ter a capacidade de investimento que é necessária para as outras três áreas andarem para frente”, finalizou.

Confira no áudio acima o depoimento completo de Rodrigo Abreu para a campanha Brasil Melhor da Jovem Pan.