Semana Nacional de Justiça deve julgar 1.657 processos em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2014 10h09

A semana Nacional de Justiça vai julgar 1.657 processos somente em São Paulo, incluindo o do Carandiru. O mutirão vai ajudar a desafogar o sistema judiciário diminuindo as pilhas de autos espalhados pelos fóruns em todo país.

O corregedor-geral de Justiça, Hamilton Elliot Ake, destacou que o esforço é simbólico e ajuda a acabar com a sensação de inoperância. Em entrevista ao repórter Daniel Lian, ele avaliou que é uma resposta para a sociedade que está cansada de impunidade.

 

O gestor do Tribunal de Justiça de São Paulo ressaltou que serão julgadas denúncias recebidas até 2009. Walter da Silva destacou a expectativa de que todos sejam sentenciados para se dar uma resposta definitiva àqueles envolvidos nos crimes.

Para conselheira do Conselho Nacional de Justiça, a iniciativa é uma impulsão importante para a duração razoável do processo. Segundo Débora Ciocci, as partes em cada causa sofrem com a ansiedade da espera do desfecho de cada causa.  

Débora enfatizou que a absolvição ou a condenação dos réus vai eliminar o sofrimento da espera. Ela quer que esses procedimentos sejam rotineiros com assistência de comissão formanda pela OAB, Defensoria Pública e Ministério Público.