Senadores republicanos publicam projeto de reforma na saúde que revoga Obamacare

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/06/2017 12h55 - Atualizado em 29/06/2017 01h03
MCX34 WASHINGTON DC (ESTADOS UNIDOS) 20/01/2017.- Vista de la Casa Blanca al amanecer en Washington DC (Estados Unidos) hoy, 20 de enero de 2017. El presidente electo, Donald Trump, junto con su esposa y familia, el vicepresidente, Mike Pence, y miembros de su equipo dio hoy inicio al día en que será investido presidente de Estados Unidos con la asistencia a un servicio religioso en una iglesia frente a la Casa Blanca. EFE/Kevin Dietsch / PoolAmanhecer na Casa Branca no dia em que recebeu Donald Trump como presidente dos EUA

Os senadores republicanos publicaram nesta quinta-feira seu projeto de reforma no sistema de saúde dos Estados Unidos, que revoga e substitui o Ato de Cuidado Acessível, conhecido como Obamacare. A medida, amplamente semelhante ao projeto da Câmara dos Representantes, propõe a redução do financiamento ao Medicaid e revoga os impostos sobre os ricos. Ela também acaba com penalidades para as pessoas que não possuem seguro de saúde.

Em um discurso no plenário, o líder republicano no Senado, Mitch McConnell disse que era necessária uma nova legislação “porque o Obamacare está no limite do colapso total”. Já o líder democrata, Chuck Schumer, afirmou que a medida acabaria com o Medicaid “como o conhecemos”. Segundo o senador de oposição, o projeto de lei “tira os benefícios e as proteções dos cuidados de saúde dos americanos”.