Servidores do Rio protestam contra aumento da contribuição previdenciária

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2017 15h13
RJ - MANIFESTAÇÃO/ALERJ/PROTESTO - CIDADES - Manifestação em frente a Alerj, Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, contra a reforma da Previdência Social, nesta quarta-feira (24). 24/05/2017 - Foto: ROMMEL PINTO/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOPolícia isola as proximidades da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj)

O estado do Rio de Janeiro enfrenta uma verdadeira calamidade financeira. Mesmo diante desse cenário desolador, os deputados votam, nesta quarta-feira, o aumento da contribuição previdenciária de 11 para 14%. Por isso, grande parte dos servidores estão concentrados em frente ao prédio da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) como forma de protesto à medida.

Os grupos pedem a saída do governador Edson Pezão e também do presidente Michel Temer. A herança maldita é, de certa forma, resquício da administração do ex-governador Sergio Cabral, que teria movimentado R$ 500 milhões em propinas.

A Polícia já isolou o local e o efetivo conta com um verdadeiro aparato de guerra. Além disso, alguns mascarados estão se infiltrando no grupo de servidores. Até o momento a situação é tranquila.  

*Com informações do repórter Rodrigo Viga