Servidores públicos e PMs entram em confronto na Alerj

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 09/02/2017 16h30
RJ - PROTESTO/ALERJ - GERAL - Conflito entre policiais e manifestantes. Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro fazem protesto em frente à Alerj contra pacote de austeridade que visa reduzir salários e benefícios dos trabalhadores. Eles também protestam contra a privatização da CEDAE. 09/02/2017 - Foto: LUIZ SOUZA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOManifestantes entram em confronto com a PM em frente à Alerj - AE

Servidores públicos que protestavam em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e policiais militares responsáveis pela segurança do prédio entraram em confronto, após mais de cinco horas de manifestação pacífica

Os manifestantes soltaram fogos de artifício, ao que os policiais responderam com bombas de gás lacrimogêneo imediatamente, dando início a uma correria que já se estende pelas ruas próximas à Alerj, como a São José e Assembleia, vias de grande circulação de pessoas e veículos no centro da cidade.

Os servidores têm como principal bandeira o afastamento do governo Luiz Fernando Pezão (PMDB), que ontem teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). O governador, no entanto, ainda poderá recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Os manifestantes ainda são contrários à venda da Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae), como previsto no termo de compromisso firmado pelos governos do Estado e federal. A privatização está sendo analisada hoje pelos deputados fluminenses.