Sétima tempestade tropical da temporada, Grace é formada no Oceano Atlântico

  • Por Agencia EFE
  • 05/09/2015 19h40

Miami, 5 set (EFE).- A sétima tempestade tropical da atual temporada de furacões no Oceano Atlântico, Grace, se formou neste sábado ao sul das ilhas de Cabo Verde, em frente à costa noroeste africana, conforme informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Grace apresenta ventos máximos sustentados de 65 km/h e deve ficar mais forte nas próximas 24 horas, mas pode ser que enfraqueça na segunda-feira, de aordo com o centro meteorológico.

Segundo o NHC, a tempestade tropical se desloca em direção oeste a 22 km/h e se encontra 460 quilômetros ao sudoeste das ilhas de Cabo Verde, perto da latitude 12,6 graus norte e longitude 26,4 graus oeste.

O centro meteorológico assinalou que os ventos com força de tempestade tropical se estendem até aproximadamente 55 quilômetros do centro de Grace.

Ainda não foi emitido nenhum aviso ou advertência pela passagem de Grace, que surge após a aparição da depressão tropical Fred, que segue enfraquecendo por águas do Oceano Atlântico com ventos máximos sustentados de 55 km/h.

Fred, que chegou a ser o segundo furacão da temporada atlântica, está 2.155 quilômetros ao sudoeste dos Açores, perto da latitude 23,8 graus norte e longitude 42,5 graus oeste, segundo o último boletim do NHC.

Antes de Fred, a tempestade tropical Erika causou pelo menos 31 mortes e deixou perdas equivalentes a quase metade do Produto Interno Bruto (PIB) de Dominica, além de ter danificado infraestruturas na República Dominicana e no Haiti.

A temporada de furacões no Oceano Atlântico começou no dia 1º de junho, e desde então foram formadas sete tempestades tropicais: Ana, Bill, Claudette, Danny – transformada no primeiro furacão de categoria maior (3) da temporada -, Erika, Fred, um furacão de categoria 1 agora rebaixado a tempestade tropical, e agora Grace. EFE