Seul confirma libertação de sul-coreano sequestrado na Líbia

  • Por Agencia EFE
  • 23/01/2014 01h28

Seul, 23 jan (EFE).- O funcionário da Coreia do Sul sequestrado em Trípoli no último domingo foi libertado e seus quatro sequestradores foram detidos, confirmou nesta quinta-feira o Ministério das Relações Exteriores sul-coreano, que agradeceu às autoridades da Líbia por sua cooperação.

Han Seok-woo, de cerca de 40 anos de idade e diretor do escritório na Líbia da Agência de Promoção de Comércio e Investimento da Coreia (Kotra, sigla em inglês), foi libertado às 4h15 no horário coreano (17h15 de Brasília da quarta-feira) e se encontra “em bom estado” na embaixada do país asiático em Trípoli, afirmou o Ministério.

Os quatro sequestradores, que fazem parte de um grupo armado, foram detidos em Trípoli pelas forças de segurança da Líbia, detalhou o Ministério.

“Agradecemos o governo líbio por sua estreita cooperação no resgate de Han”, afirmou em comunicado a Chancelaria, que garantiu que o governo sul-coreano fez todo o possível para assegurar a libertação sem o pagamento de resgate para os sequestradores.

O diretor, que foi sequestrado no domingo quando retornava para casa, estava em Trípoli a trabalho desde julho de 2012. EFE