Sobe para 15 o número de mortos pelas fortes chuvas no sul das Filipinas

  • Por Agencia EFE
  • 14/01/2014 02h25

Manila, 14 jan (EFE).- O número de mortos em inundações e deslizamentos de terra na região de Mindanao, no sul das Filipinas, aumentou para 15, enquanto 13 pessoas permanecem desaparecidas, informou nesta terça-feira o Conselho Nacional de Gestão e Redução de Riscos de Desastres do país.

Concretamente, na província de Davao Oriental ocorreram sete mortes, além de quatro em Compostela Valley, três em Caraga e uma em Davao do Norte.

Além disso, 13 pessoas continuam desaparecidas e outras 37 ficaram feridas por consequência de dez deslizamentos de terra e cinco inundações e enchentes que ocorreram no último fim de semana.

Em seu relatório divulgado hoje, a agência filipina também informou que cerca de 200 mil pessoas em 48 municípios foram afetadas pelas fortes chuvas, que interromperam o trânsito em 34 estradas e 17 pontes e danificaram mais de 300 casas.

Além disso, as fortes chuvas afetaram 8.284 hectares de plantações em Davao Oriental, a província mais atingida.

A agência meteorológica das Filipinas, Pagasa, informou hoje que as precipitações provavelmente vão continuar nas regiões de Mindanao e Visayas durante os próximos dois dias. EFE