Sobe para 25 número de desaparecidos após rompimento de barragens; Prefeito diz que mineradora errou

  • Por Agencia Brasil e Agência Estado
  • 07/11/2015 15h32
Segundo o prefeito

Subiu para 25 o número de desaparecidos após o rompimento de duas barragens em Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG). A informação foi dada pelo prefeito de Mariana, Duarte Júnior, em entrevista coletiva na tarde deste sábado (7). Segundo ele, além dos 13 trabalhadores que estavam na barragem de Fundão na hora do rompimento, há 12 moradores da região.

O prefeito disse ainda que a mineradora Samarco errou na tentativa de informar os moradores sobre o rompimento de duas barragens no distrito de Bento Rodrigues. “A verdade precisa ser dita e as responsabilidades apuradas”, destacou.

Duarte avaliou que a decisão da mineradora de telefonar para a Defesa Civil, para a prefeitura e para líderes comunitários não foi adequada, porque a lama chegou ao povoado em cerca de dez minutos. “Foi muito falha essa forma de comunicação. O ideal era que houvesse uma sirene, um botão de pânico”.

Segundo o prefeito, no momento em que houve o rompimento da primeira barragem, a água desceu com muita força e se sobrepôs ao volume acumulado na segunda barragem.

“Foi uma avalanche de lama, uma coisa impressionante”, disse. “Bento Rodrigues não existe mais. Fico imaginando como essa história vai continuar. A situação é bem difícil, completou.

O prefeito destacou que algumas pessoas permanecem ilhadas, mas que não é possível precisar o número no momento. Ao todo, 543 moradores de Bento Rodrigues foram instalados em hotéis de Mariana.