Sobe para 9 número de mortos em temporal na Argentina

  • Por Agencia EFE
  • 25/01/2014 20h48

Buenos Aires, 25 jan (EFE).- Foram encontrados neste sábado na província argentina de Catamarca mais quatro corpos de vítimas do temporal de chuva e vento que afetou a região entre quinta-feira e sexta-feira, informou a agência oficial Télam.

Na quinta-feira à noite um desmoronamento de lodo e pedras castigou as localidades de Rodeio e Siján, onde morreramas vítimas. As buscas continuam por outros cinco desaparecidos.

“Estamos identificando os mortos com a assistência dopromotor federal Roberto Mazucco, mas posso antecipar que entre as vítimas há três crianças, quatro mulheres e dois idosos”, informou Norberto Bazán, diretor do Serviço de Emergências Médicas.

Bazán explicou que cinco pessoas continuam desaparecidas, mas familiares e amigos estão chegando à zona perguntando pelo paradeirods seus, e a lista pode aumentar. Já há mais de 500 evacuados.

Ontem já tinham sido confirmadas cinco mortes, entre elas duas meninas e uma mulher que foi atingida por um raio na cidade de Fiambalá.

A governadora provincial, Lucia Corpacci, visitou hoje a região do desmoronamento, onde foram registrados graves danos materiais.

“Estamos muito chocados. Vamos refazer as casas destruídas por este desastre natural. As pessoas afetadas terão que se acomodar às circunstâncias enquanto reconstruímos suas casas”, declarou Corpacci.

Na quinta-feira, grande parte da Argentina alcançou temperaturas próximas aos 40 graus, com uma sensação térmica acima dos 47° em Buenos Aires.

Mas nas últimas horas da tarde, o calor foi substituído por um temporal de chuva, tempestades elétricas, fortes ventos e granizo que afetou grande parte do país. EFE