Sobe para 92 número de mortos em naufrágio de navio sul-coreano

  • Por Agencia EFE
  • 21/04/2014 23h04

Seul, 22 abr (EFE).- O número de mortos no naufrágio da embarcação sul-coreana Sewol ssubiu nesta terça-feira (data local) para 92 após a recuperação de várias dezenas de corpos durante as operações de busca das últimas horas, mas outras 210 pessoas continuam desaparecidas.

O balanço de mortos aumentou de forma considerável neste sétimo dia do acidente, já que que a melhora das condições meteorológicas permitiu aos mergulhadores acessar mais áreas do navio, informou a agência sul-coreana “Yonhap”.

A maioria dos corpos foram encontrados no terceiro e no quarto pavimento da embarcação e na cobertura, onde acredita-se que a maioria dos 325 estudantes de bacharelado embarcados ficou presa, assinalou a televisão “Arirang”.

Os serviços de resgate continuam trabalhando na busca dos 210 desaparecidos, embora as tarefas estejam centradas na recuperação e na identificação dos corpos pois já não há praticamente esperança de se encontrar sobreviventes.

As fortes correntes marinhas e a pouca visibilidade sob a água atrapalharam as buscas, condições que melhoraram hoje e devem continuar boas durante esta semana, segundo as previsões meteorológicas.

O dispositivo de resgate enviado à região pelo governo sul-coreano inclui 212 embarcações, 34 aviões e 550 pessoas.

Do total de 476 passageiros que viajavam no navio, só 174 foram resgatados, incluindo o capitão e a maior parte da tripulação.

O capitão e outros dois membros da tripulação permanecem detidos, acusados de abandonar a embarcação sem zelar pela segurança dos passageiros, e a conduta foi qualificada ontem como “uma espécie de ato de assassinato que não pode nem deve ser tolerado” pela presidente sul-coreana, Park Geun-hye. EFE