Soldado norte-coreano deserta devido a surras recebidas, segundo Seul

  • Por Agencia EFE
  • 16/06/2015 03h02

Seul, 16 jun (EFE).- O jovem soldado norte-coreano que desertou na segunda-feira e passou para a Coreia do Sul através da fronteira mais fortificada do mundo fugiu devido às “frequentes surras” que recebia no Exército, segundo informou nesta terça-feira o Ministério da Defesa de Seul.

Este soldado raso de 19 anos “decidiu escapar do Exército por causa das fortes surras que recebia com regularidade”, informou à Agência Efe um porta-voz de Defesa, depois que as autoridades sul-coreanas fizeram um primeiro interrogatório ao desertor.

O jovem militar norte-coreano se apresentou na segunda-feira em um posto de fronteira das Forças Armadas do Sul na cidade de Hwacheon, a cerca de 118 quilômetros a nordeste de Seul e situado à beira da Zona Desmilitarizada, a faixa que divide as duas Coreias no paralelo 38.

O jovem fez uma difícil travessia de mais de uma semana por terreno de mata em veículo e a pé desde que deixou seu posto no último dia 7, segundo revelou o porta-voz de Defesa. EFE