SOS Crianças Desaparecidas solucionou 85% dos casos no Rio de Janeiro

  • Por Agencia Brasil
  • 27/12/2014 12h29
Das 3.315 crianças desaparecidas no Rio de Janeiro desde 1996, 85% dos casos ( 2.813) foram solucionados pelo programa SOS Crianças Desaparecidas, da Fundação para a Infância e Adolescência do governo do estado.

O gerente do programa, Luiz Henrique Oliveira, explicou que a divulgação de fotos é a principal forma para encontrar as crianças. O registro  imediato de ocorrência na Polícia Civil sobre o desaparecimento, também  acelera o início das investigações e aumenta a chance de uma rápida localização.

O programa constatou que em 76% dos casos as crianças fogem de casa por causa de conflitos familiares. São necessários, em média, de dois a três meses para que sejam encontradas. Para facilitar a reintegração entre familiares e menores de idade, a equipe do projeto tem o apoio de outros órgãos estaduais para dar assistência psicossocial.

Os outros 15%  dos casos não solucionados são chamados de “desaparecimentos enigmáticos”, quando a criança some sem deixar vestígios. Para diminuir este percentual estão sendo criadas delegacias de Descoberta de Paradeiro com núcleo específico para crianças e adolescentes.

Além dos cartazes, fotos nos contracheques dos servidores estaduais, o programa SOS Crianças Desaparecidas criou o Portal SOS Crianças Desaparecidas. Também é possível informar sobre o paradeiro dos menores de idade pelos telefones (21) 2286-8337 / 2334-8000 / 98595-5296 e pelos e-mails soscriancasdesaparecidas@yahoo.com.brsosocriancasdesaparecidas@fia.rj.gov.br esosluiz@yahoo.com.br.

Flavia Villela – Repórter da Agência Brasil Edição: Valéria Aguiar